A Hermenêutica Apresentada por Friedrich Schleiermacher .

Posted: 17 Novembro 2012 in Artigos, Filosofia e Hermenêutica
Etiquetas:, , , ,

De grande e fundamental importância para o Direito, a Hermenêutica Jurídica visa tão somente à interpretação das leis de forma clara e pura. A visão apresentada por Friedrich Schleiermacher advém de dentro da religião de um modo em geral, surgindo dentro da teologia protestante já em pleno renascimento da conhecida filosofia clássica já no final do século XVII. Seus fundamentos foram capazes de influenciar grandes pensadores não só do seu tempo, mais também de toda uma geração que busca o verdadeiro entendimento do espirito das leis. Schleiermacher é o pai da Hermenêutica moderna, uma vez que nos apresentou uma teoria coerente e plausível para a interpretação dos textos, comunicação entre orador e receptor com uma base voltada para um contexto social e linguístico em comum.

A Interpretação das Leis para o direito tem fundamental importância, uma vez que quando escritas deixam espaços para vários entendimentos quando olhada sobre os mais diversos ângulos. A função básica da Hermenêutica para o jurídico é apresentar uma Interpretação mais polida para uma correta interpretação das palavras. Com isso queremos apresentar essa Arte da Interpretação dos textos da lei segundo a visão do criador da Hermenêutica Friedrich Schleiermacher que com seu espirito idealista além do seu tempo, apresentou seu pensamento acerca da unificação do realismo com o idealismo o que em suas celebres palavras queria unificar o ideal e o histórico. Esperamos com esse artigo apresentar sua visão e pensamento de uma Hermenêutica pura e verdadeira.

A HERMENÊUTICA

A Palavra Hermenêutica tem seu significado através do Grego “Hermeneuein” que significa “Declarar”, “Anunciar”, “Interpretar”, “esclarecer” e, por ultimo, “traduzir”. Significa que alguma coisa é “Tornada compreensível” ou “Levada à Compreensão”. Toda via, varias fontes tenta associar a palavra Hermenêutica ao deus Hermes, o mensageiro dos deuses, a quem atribuía à origem da escrita e considerada o patrono da comunicação e entendimento Humano.  O que podemos entender é que de certa maneira, este termo remetia a certa composição e atribuição aos deuses, no qual se fazia necessário uma interpretação mais polida para uma correta compreensão das palavras.

Friedrich Schleiermacher, de grande conhecimento Teórico, conseguiu reproduzir grandes pensamentos acerca da Hermenêutica no século XIX. Para muitos ele ficou conhecido como o Fundador da Hermenêutica, contudo temos que deixar bem claro que ele não foi o primeiro pensador há dedicar seu tempo para a arte da interpretação. Existem relatos que os gregos, já se dedicavam a esse tema de origem ocidental, porém foi através da Hermenêutica que tal matéria tornou – se autônoma e apresenta sua particularidade das demais ciências nos dias atuais.

Friedrich Schleiermacher (2000, p.26), considerava que, no seu tempo, a hermenêutica ainda não passava de uma técnica auxiliar da teologia ou da filologia, sendo composta meramente por “coleções de regras particulares reunidas por meio das observações dos mestres, algumas vezes claramente definidas, outras beirando a indefinição, arranjadas ora confusamente ora comodamente”. Essas coleções fragmentárias de regras não compunham uma metodologia propriamente dita, pois não eram capazes de expor, “sob uma forma adequada e científica, toda a extensão e as razões de ser do processo de compreensão”.

Anúncios

Páginas: 1 2 3 4

Os comentários estão fechados.