Resumo – Hermenêutica em retrospectiva, Hans-Georg Gadamer .

Posted: 17 Outubro 2011 in Filosofia e Hermenêutica
Etiquetas:, , ,

Atividade: Resumo sobre o livro Hermenêutica em Retrospectiva – Hans-Georg Gadamer

O livro, Hermenêutica em Retrospectiva de Hans-Georg Gadamer procura demonstrar a importância da experiência hermenêutica para ele, na busca pela autonomia do indiví­duo, enquanto ser lançado no mundo.

O princípio ideológico de Gadamer explica como escapar do ciclo vicioso das opiniões pré-dispostas, na qual a proposta é manter-se numa constante interpretativa, esperando o momento oportuno, no ritmo da comunicação, para poder então aplicar-lhe conceitos novos.

O autor,  nega que haja uma interpretação metodológica única para se alcançar a verdade, mas afirma que há uma predisposição à existência desta, fundamentado na compreensão dos fundamentos lingüísticos.

Gadamer acredita que um dogma nada mais é que uma particularidade aplicada por uma interpretação pessoal agravada por uma situação histórica, o que a torna insustentável.

As perguntas são basilares das respostas. Dentro das perguntas estão todos os endereçamentos ideológicos das respostas, com isto, completa-se a foco hermenêutico.

A forma com que Gadamer trabalha a relação da história efeitual como uma consciência da historicidade do indivíduo que busca, por suas experiências, compor, em uma relação intersubje­tiva, um novo conceito de tradição, levou o estudo da linguagem a uma evolução sem precedentes. A experiência hermenêutica, como o surgimento do novo, é fundamental para o crescimento do ser enquanto participante de uma pluralidade cultural. Para se chegar a essa nova experiência, Gadamer afirma incessantemente que é necessário estar aberto para o novo, para a experiência, para a quebra de expectativa, pois o novo deixaria de sê-lo se não tivesse que se afirmar contra alguma coisa.

Para a realização dessa nova formulação do conceito de tradição, mister se faz observar a relação da pergunta e da res­posta como o meio comunicativo do eu com o tu. A relação na busca com a alteridade para o acréscimo de experiência que se faz com a criação da pergunta. Ele buscou nesse encontro de conceitos a busca para uma compreensão onde se faz o ser ontológico (universal).

Gadamer afirma que esse processo de confronto em que há a possibilidade de o velho ser substituído pelo novo, constitui uma comunicação cuja estrutura corresponde ao modelo dialé­tico. A partir daí, ele leva a pretensão da hermenêutica à univer­salidade. Por este motivo é que o processo de comunicação é importante, pois o homem e, conseqüentemente, a sociedade, se constituem pela linguagem.

Centro Universitário de Desenvolvimento do Centro Oeste
 Coordenação Pedagógica
                       Curso  Direito

Disciplina: Hermenêutica
Turmas: 3º Semestre da grade 2011
Professor: Aziel Silveira
Aluno/Autor: Gabriel de Melo Honório

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s